Candidaturas TeSP 2016 – 2.ª fase de candidaturas

Decorreu entre os dias 2 e 23 de setembro, a 2.ª fase de candidaturas aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais do Instituto Politécnico de Leiria.


Os resultados estão disponíveis em Resultados das candidaturas.

 


Como me candidato

 

As candidaturas são feitas exclusivamente on-line em http://candidaturas.ipleiria.pt.

Neste momento não existem candidaturas a decorrer.

 

 

 

Quem se pode candidatar a um TeSP do IPLeiria?

  1. Titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente; (1)
  2. Titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional; (1)
  3. Estudantes que, tendo obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º anos de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente, e não tendo concluído o curso de ensino secundário, sejam considerados aptos através de prova de avaliação de capacidade a realizar pela instituição de ensino superior; (2)
  4. Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.(3)

(1) Sem necessidade de realização de prova de acesso

(2) Para efeitos de admissão, apenas serão consideradas as candidaturas de candidatos cujas unidades curriculares (ou módulos) em atraso sejam exclusivamente do 12.º ano (ou do 3.º ano no caso das formações profissionais ou tecnológicas). No caso das unidades curriculares bianuais ou trianuais, a classificação parcial do 10.º e do 11.º ano (ou do 1.º e do 2.º ano no caso das formações profissionais ou tecnológicas) deverá ser obrigatoriamente positiva (igual ou superior a 10 valores). Os estudantes terão de ter estado inscritos no 12.º ano durante pelo menos 1 ano letivo.

(3) Para efeitos de candidatura, serão apenas consideradas as candidaturas de candidatos que tenham realizado as provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos nos últimos 4 anos.

 

Quais as condições de acesso e ingresso?

A seriação dos candidatos é feita mediante a aplicação de uma fórmula que pondera os seguintes critérios:
· Média de conclusão do curso de que é titular;
· Tipologia do curso de que é titular;
· Resultado da prova de admissão / prova M23 [apenas no caso dos candidatos dos critérios C) e D)]

Os candidatos que sejam titulares de um curso de ensino secundário completo ou habilitação legalmente equivalente, bem como  os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, não necessitam realizar qualquer prova de acesso específica para ingresso nos cursos técnicos superiores profissionais.

Critério de candidatura

Nota de Candidatura

CRITÉRIO A1

13,5 + (média ensino secundário – 10)/10 × 6,5

CRITÉRIO A2

13,0 + (média ensino secundário – 10)/10 × 6,0

CRITÉRIO B1

12 + (média curso superior-10)/10 × 3

CRITÉRIO B2

12 + (média CET-10)/10 × 3

CRITÉRIO C

10 + (10-n.º de disciplinas em falta)/10 × 2

CRITÉRIO D

12 + (nota da Prova M23-10)/10 × 5

CRITÉRIO A1 – titulares de um curso de ensino secundário, conferente de qualificação profissional na mesma área de educação e formação (CNAEF) do CTeSP a que se candidata.
CRITÉRIO A2 – titulares de um curso de ensino secundário, não conferente de qualificação profissional, ou conferente de qualificação profissional em área de educação e formação (CNAEF) diversa da do TeSP a que se candidata.
CRITÉRIO B1 – titulares de um curso de ensino superior.
CRITÉRIO B2 – titulares de um curso de especialização tecnológica.
CRITÉRIO C – estudantes que, tendo obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º anos de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente, sejam considerados aptos através de prova de avaliação de capacidade.
CRITÉRIO D – candidatos aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos.

Os estudantes que concorrem pelo critério C) acima referenciado serão sujeitos à realização de uma prova de admissão a definir para cada CTeSP. As provas de admissão para cada curso serão promovidas e realizadas pelo Instituto Politécnico de Leiria.

 

Lista de Provas

Programa e Bibliografia das Provas de Avaliação de Capacidade para Ingresso

Resultado das Provas de Avaliação de Capacidade – 2016

 

Os estudantes admitidos pelo critério C) terão de frequentar, durante o curso, um conjunto de unidades curriculares adicionais, denominadas Formação Complementar.
Os estudantes que concorrem pelo critério D) acima referenciado deverão comprovar a aprovação nas Provas M23 adequadas ao curso a que concorrem, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.

 

Como se faz a candidatura a um TeSP?

A candidatura a um TeSP do IPLeiria é realizada online no Portal de Candidaturas

Cada candidatura envolve 3 etapas:

  • registo no portal;
  • preenchimento do formulário de candidatura e submissão online da documentação solicitada;
  • pagamento da taxa de candidatura.

 

Qual a documentação a submeter?

Os candidatos deverão realizar a candidatura online mediante o preenchimento e submissão do formulário de candidatura. O preenchimento do formulário implica a submissão, em suporte digital do Cartão de Cidadão ou de documento individual de identificação que o substitua. Os candidatos deverão ainda anexar a seguinte documentação:

Os candidatos que concorrem pelo critério A) deverão remeter igualmente:

  • Certificado de habilitações literárias do curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente (com média final de curso).

Os candidatos que concorrem pelo critério B) deverão remeter igualmente:

  • Certidão de conclusão do curso pós-secundário ou de ensino superior (com classificação discriminada e disciplina/módulo e média final de curso).

Os candidatos que concorrem pelo critério C) deverão remeter igualmente:

  • Extrato de classificações do curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente frequentado (com classificação discriminada por ano e disciplina/módulo).

Os candidatos que concorrem pelo critério D) deverão remeter igualmente:

  • Comprovativo de realização da prova especialmente adequada, destinada a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março (caso a tenham realizado nos últimos 4 anos).

 

Taxas e Emolumentos
Candidatura – 50,00 € – valor em vigor no ano letivo 2016-2017
Valor da propina anual – 940,00 € (175,00 € no ato da matrícula + 9 prestações mensais de 85,00 €) – valor em vigor no ano letivo 2016-2017 e atualizável para cada ano letivo 

 

Outras Informações

Questões mais frequentes (FAQ’s)

Edital de Candidaturas 2016

Decreto-lei n.º 43/2014 – Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Despacho n.º 9984/2014 – Regulamento de Acesso e Ingresso nos Cursos Técnicos Superiores Profissionais do Instituto Politécnico de Leiria

Lista de Escolas com parceria no acesso aos TeSP do Politécnico de Leiria


 

Quando me candidato

 

Calendário candidaturas 2016/2017

  1.ª Fase 2.ª Fase(1) 3.ª Fase(1)

Período de candidaturas

1 de junho a 16 de agosto de 2016 (3) 2 a 23 de setembro de 2016 (3) A definir

Período de candidaturas (2)

(para estudantes com o ensino secundário incompleto)

1 de junho a 10 julho de 2016  (3) 2 a 8 de setembro de 2016 n/a

Prova de Avaliação de Capacidade

13 de setembro de 2016 13 de setembro de 2016 n/a

Seriação de Candidatos

17 a 29 de agosto de 2016 24 a 25 de setembro de 2016 A definir

Publicação de resultados

30 de agosto de 2016 26 de setembro de 2016 A definir

Período de reclamações

30 de agosto a 2 de setembro de 2016 26 a 28 de setembro de 2016 A definir

Matrículas

2 a 9 de setembro de 2016 30 de setembro a 10 de outubro de 2016 A definir

(1) Em cada TeSP, a abertura da 2.ª Fase e da 3.ª Fase depende da existência de vagas sobrantes da fase anterior.

(2) O período de candidaturas para estudantes com o ensino secundário incompleto termina em data anterior, em virtude da necessidade de realização da prova de acesso por parte destes estudantes.

(3) Datas provisórias, sujeitas a confirmação

 

CALENDÁRIO LETIVO 2016/2017 – Consulta aqui o calendário da tua escola.

Resultados das candidaturas

 

Resultados das candidaturas 2016 – Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Lista Geral de Colocações (1.ª fase)

Lista Geral de Colocações (2.ª fase)

 

Listas de Colocação (por curso) (brevemente disponível)

Análises Laboratoriais (regime diurno)
Animação em Turismo de Natureza e Aventura (regime diurno)
Aquacultura e Recursos Marinhos (regime diurno)
Condução de Obra e Reabilitação (regime diurno)
Cozinha e Produção Alimentar (regime diurno)
Desenvolvimento Web e Multimédia (regime diurno)
Design para Media Digitais (regime diurno)
Eletrónica e Redes de Telecomunicações (regime diurno)
Energias Renováveis e Eficiência Energética (regime diurno)
Fabricação Automática (regime diurno)
Gestão da Qualidade (regime diurno)
Gestão dos Negócios Internacionais (regime pós-laboral)
Gestão Energética e Ambiental (regime diurno)
Gestão Hoteleira e Alojamento (regime diurno)
Ilustração e Produção Gráfica (regime diurno)
Intervenção em Ambiente e Património (regime diurno)
Prototipagem Digital e Desenho 3D (regime diurno)
Redes e Sistemas Informáticos (regime pós-laboral)
Serviços Jurídicos (regime pós-laboral)
Venda e Negociação Comercial (regime diurno)

 

Informação especial para candidatos NÃO COLOCADOS ou EXCLUÍDOS na 1.ª fase de candidaturas

Os candidatos NÃO COLOCADOS na 1.ª fase de candidaturas, bem como os candidatos EXCLUÍDOS da mesma fase que apresentem documentação que permita suprir os motivos de exclusão, poderão reorientar a respetiva candidatura para os cursos com vagas disponíveis na 2.ª fase, sem necessidade de realizar o pagamento de novo emolumento.
Para o efeito, deverão registar uma nova candidatura online durante o período definido para a 2.ª fase através da plataforma de candidaturas, anexando a respetiva documentação e remeter um e-mail para ctesp@ipleiria.pt, com o assunto “REORIENTAÇÃO DE CANDIDATURA”, indicando o nome do candidato, o número da candidatura da 1.ª fase e ou número da nova candidatura.

Já no caso dos candidatos COLOCADOS na 1.ª fase, que optem por não realizar matrícula no curso em que foram colocados e pretendam concorrer a uma vaga na 2.ª fase de candidaturas, deverão realizar novo processo de candidatura, realizando uma nova candidatura online durante o período definido para a 2.ª fase através da plataforma de candidaturas, o respetivo pagamento e o envio da documentação, de acordo com os termos estabelecidos para esta fase de candidaturas.

 

Matrículas

 

O calendário das matrículas para os estudantes COLOCADOS (2.ª fase) será divulgado brevemente.

 

 

Mudança de par instituição/curso

 

O Politécnico de Leiria disponibilizou entre os dias 1 e 16 de agosto de 2016 o processo de candidaturas ao reingresso e mudança de par instituição/curso para cursos técnicos superiores profissionais (TeSP).

Resultados das candidaturas 2016 – Reingresso e mudança de par instituição/curso

Cand. n.º Nome Modalidade Curso Resultado
27308 Bruno Kendley Ribeiro Mudança de par instituição/curso – IPL LEIRIA: Redes e Sistemas Informáticos (pós-laboral) COLOCADO
26773 Francisco Miguel Martins Lopes da Silva Reingresso PENICHE: Gestão Hoteleira e Alojamento (diurno) COLOCADO
26613 Gonçalo Nuno de Oliveira Fernandes Mudança de par instituição/curso – outras instituições LEIRIA: Tecnologia Automóvel (diurno) COLOCADO
27483 Joana Patrícia Ferreira Amaral Mudança de par instituição/curso – IPL LEIRIA: Desenvolvimento Web e Multimédia (diurno) COLOCADO
27608 João Carlos Arqueiro Camões Manso Mudança de par instituição/curso – IPL LEIRIA: Tecnologia Automóvel (diurno) COLOCADO
27789 José Bernardo de Brito Pereira Mudança de par instituição/curso – IPL CALDAS DA RAINHA: Audiovisual e Multimédia (diurno) COLOCADO
27606 Lionel Pereira Norte Mudança de par instituição/curso – IPL LEIRIA: Programação de Sistemas de Informação (diurno) COLOCADO
26617 Pedro Miguel Reis Almeida Mudança de par instituição/curso – IPL LEIRIA: Desenvolvimento Web e Multimédia (diurno) COLOCADO
27122 Rafaela Henriques Pereira Reingresso LEIRIA: Intervenção Sociocultural e Desportiva (diurno) COLOCADO

 

Tenham estado matriculados e inscritos, em ano letivo anterior, em outro curso técnico superior profissional (TeSP) e não o tenham concluído;Através de Reingresso, Mudança de par Instituição/curso puderam candidatar-se os estudantes que cumulativamente:

  • Sejam titulares de um curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente.

As condições habilitacionais, critérios de seriação e vagas para os Regimes de Reingresso e Mudança de Par Instituição/Curso TeSP estão disponíveis no edital que se disponibiliza abaixo:
Edital 2016

Candidaturas online em PORTAL CANDIDATURAS.