O grupo de stress oxidativo e Bioenergética da Universidade da Extremadura investiga há vários anos o sistema citrocromo b5 redutase/citocromo b5 (Cb5R/Cb5), um sistema enzimático com crescente relevância em diferentes processos fisiológicos e patológicos. Neste último trabalho, foi estudada a distribuição regional e celular de Cb5R/Cb5 no cérebro de rato por imunohistoquímica e observou-se uma elevada expressão em células do córtex e núcleos cerebelares, assim como em neurónios piramidais do córtex cerebral e do hipocampo. Usando uma técnica de FRET, foi possível observar que grande parte da Cb5R se encontra muito próxima de domínios membranares do tipo lipid raft, com possíveis implicações para os seus papéis na sinalização redox celular, metabolismo de lípidos e de compostos tóxicos.

Autores: Alejandro K. Samhan-Arias, Carmen López-Sánchez, Dorinda Marques-da-Silva, Ricardo Lagoa, Virginio Garcia-Lopez, Virginio García-Martínez, Carlos Gutierrez-Merino

Publicado em: Brain Structure and Function

doi: 10.1007/s00429-015-1036-5