Politécnico de Leiria marca a diferença no Centenário das Aparições de Fátima

capa_guiao_braille1

Num ano em que, a nível internacional, grande parte dos crentes da Igreja Católica se deslocam para contemplar e celebrar o Centenário das Aparições de Fátima, o Centro de Recursos para a Inclusão Digital (CRID) do Politécnico de Leiria em parceria com o Santuário de Fátima, tomou a iniciativa de criar um projeto para que pessoas cegas, incapacitadas intelectualmente ou de baixa literacia possam acompanhar inteiramente este grande acontecimento.

CRID cria Itinerário Jubilar Inclusivo

A religião não é somente para pessoas sem limitações, todos têm o direito de acreditar e fazer parte desta comemoração única, com certeza que este novo conceito vai deixar muitas pessoas felizes. Surgiu assim o “Itinerário Jubilar Inclusivo” que inclui duas versões de leitura: braille sistema pictográfico. Houve ainda um intérprete de Língua Gestual Portuguesa da Unidade de Investigação Inclusão e Acessibilidade em Ação (iACT) nas diversas celebrações de missa.

Celia_sousa_site_3_2_2017Célia Sousa, coordenadora do CRID, destaca que «Propusemos ao Santuário criar os guiões inclusivos para assinalar esta data incontornável na história da região e do país. O CRID existe para trabalhar em prol de uma sociedade mais igualitária e inclusiva, e neste evento espiritual e religioso que leva a Fátima milhões de pessoas de todo o mundo, fazia todo o sentido torná-lo num momento acessível a todos. A nossa proposta foi muito bem acolhida», acrescentando que «o Santuário de Fátima passa a ser o primeiro santuário verdadeiramente inclusivo do mundo.»

Nota de imprensa


Centro de Recursos para a Inclusão Digital (CRID)

O CRID é considerado uma referência na área da inclusão, premiado nacional e internacionalmente, tendo sido o responsável pela criação da primeira biblioteca braille do país. Também editou e coeditou livros infantis inclusivos, colmatando assim uma lacuna grave em Portugal de oferta de livros para crianças com necessidades especiais de que se destaca “Piu Caganita”, que foi o primeiro livro multiformato impresso do país, sendo apto à leitura de todas as crianças: cegas, surdas, com incapacidade intelectual, e claro, sem deficiência.


ESSLei apoia a Saúde dos Peregrinos

Banco de Voluntários do Politécnico de Leiria

Entre os dias 8 e 11 deapoio_peregrinos_ESSLei_11_5_2017 maio, 60 estudantes e docentes voluntários da Escola Superior de Saúde de Leiria (ESSLei) estiveram no Pavilhão de Colmeias (Leiria) em missão de apoio aos peregrinos que se encontram a caminho de Fátima, de modo a proporcionar-lhes condições de saúde adequadas, de forma solidária e profissional. Esta colaboração realizou-se no âmbito da MAP de Fátima – Missão de Apoio aos Peregrinos de Fátima. Não irá haver qualquer interrupção no atendimento (08h00-24h00).