Politécnico de Leiria e Câmara Municipal unem-se para teste do Impacto Ambiental causado pela Feira de Maio

impacto_ambiental_feira_maio_11_5_2017

Na edição de 2017, o recinto da iniciativa preenche uma área de 50 mil metros quadrados, contando com aproximadamente 170 expositores. É estimada a visita de 500 mil pessoas.

Os estudantes do mestrado em Engenharia e Energia do Ambiente da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico de Leiria juntaram-se à Câmara Municipal de Leiria com o objetivo de tornar a “Feira de Maio” um evento mais ‘amigo do ambiente’. Como tal, seguindo os critérios de certificação de gestão de eventos sustentáveis (norma ISO 20121), as entidades comprometem-se a analisar os seguintes fatores:

Quantificação dos Resíduos gerados durante o evento

Quantificação do Consumo de Água e Energia Elétrica

Avaliação do Ruído Ambiental

Tendo em conta a finalidade deste projeto é necessária uma ação constante, portanto, durante este mês vão decorrer campanhas de sensibilização direcionadas aos expositores e público relacionadas com questões de sustentabilidade, separação correta dos resíduos, monitorização do consumo de energia elétrica / água e consequências ambientais provocadas pelo ruído emitido na “Feira de Maio”.

Finalmente, será realizada uma classificação final dos resultados da atuação efetuada.


Norma ISO 20121

O processo de gestão da sustentabilidade ISO 20121 estabelece metas tangíveis, que apoiam a implementação de diretrizes e procedimentos para a aplicação de boas práticas. Os eventos provocam impacto no ambiente e na economia, nomeadamente no consumo de recursos, produção de resíduos sólidos, efeitos sobre a biodiversidade, taxa de emprego e seleção de fornecedores.