TeSP em Condução de Obra e Reabilitação

Objetivos

O curso Técnico Superior Profissional em Condução de Obra e Reabilitação visa formar profissionais aptos para planear, coordenar e fiscalizar obras de construção nova e de reabilitação.


Atividades Principais

  • Participar na gestão do edificado, nomeadamente na fase de utilização
  • Coordenar a execução e controlo técnico de obras, de diferentes especialidades e complexidade, garantindo o cumprimento do prazo de execução
  • Participar na elaboração e implementação de planos de manutenção e consequente recolha sistemática de dados relativos ao desempenho em serviço
  • Acompanhar a definição das soluções de intervenção bem como coordenar as técnicas aplicáveis à manutenção e reabilitação de edifícios
  • Executar tarefas de planeamento e preparação de trabalhos em obra
  • Seleccionar, e optimizar as metodologias para a realização de trabalhos em obra
  • Avaliar custos, elaborar orçamentos e revisão de preços
  • Contribuir para a promoção da qualidade, segurança, higiene e saúde na realização dos empreendimentos de construção civil e obras públicas
  • Contribuir para a implementação de processos de adaptação às mudanças tecnológicas Identificar os vários condicionalismos dos diversos processos construtivos e ajudar a adaptar a solução técnica a aplicar, nomeadamente ao nível de faseamento das tarefas, materiais a aplicar e equipamentos a usar
  • Contribuir na elaboração e organização documentos e procedimentos de controlo do faseamento construtivo e controlo de custos, inluindo gestão de equipas, materiais e equipamentos

Plano curricular

CodeCurricular Unit Period ECTS Workload
Comunicação e Tecnologias de InformaçãoSemestral460 horas
Fundamentos de MatemáticaSemestral560 horas
Fundamentos de Física e QuímicaSemestral560 horas
Desenho Técnico Assistido por ComputadorSemestral545 horas
Segurança e Qualidade na ConstruçãoSemestral545 horas
Introdução aos Materiais de ConstruçãoSemestral660 horas
Língua InglesaSemestral230 horas
Topografia e Sistemas de InformaçãoSemestral560 horas
EstruturasSemestral775 horas
Instalações Técnicas em EdifíciosSemestral775 horas
Conservação, Reabilitação e Manutenção de EdifíciosSemestral545 horas
Leitura e Interpretação de ProjetosSemestral445 horas
CodeCurricular Unit Period ECTS Workload
Integração na ProfissãoSemestral345 horas
Fiscalização e Direção Técnica de ObrasSemestral660 horas
Movimentações de Terras, Demolições e Estruturas ProvisóriasSemestral560 horas
Tecnologias e Métodos ConstrutivosSemestral660 horas
Infraestruturas UrbanasSemestral560 horas
Reabilitação Energética e Construção SustentávelSemestral545 horas
EstágioSemestral30640 horas

Prosseguimento de estudos

ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR
O acesso e ingresso no Ensino Superior para os titulares de um Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) é regulado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014. Os titulares de um TeSP podem concorrer a um ciclo de estudos de licenciatura pela via dos Concursos Especiais de Acesso ao Ensino Superior.

O ingresso estará sujeito a seriação, conforme legislação aplicável, e ao número de vagas estipulado para o curso/regime a que se candidata. As informações sobre os concursos especiais podem ser consultadas aqui.

 

Prova de ingresso
A realização da candidatura a um ciclo de estudos de licenciatura está condicionada à aprovação numa prova de ingresso específica que visa avaliar a capacidade para a frequência do ciclo de estudos em que o estudante pretende ingressar.

 

Dispensa da prova de ingresso
Os titulares de um TeSP podem ser dispensados da realização da prova de ingresso específica quando, nos casos devidamente regulamentados, o estudante tenha obtido aprovação em unidades de formação do plano de estudos do TeSP cujos conteúdos programáticos sejam equivalentes aos que são avaliados na prova de ingresso para determinado ciclo de estudos.

Para o TeSP em Condução de Obra e Reabilitação estão dispensados da realização da prova de ingresso específica os candidatos às licenciaturas em:

  • Engenharia Civil

Condições de acesso

  1. Titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente
  2. Titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional
  3. Estudantes que, tendo obtido aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º anos de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente, e não tendo concluído o curso de ensino secundário, sejam considerados aptos através de prova de avaliação de capacidade a realizar pela instituição de ensino superior (1)
  4. Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março

 (1) Para efeitos de admissão, apenas serão consideradas válidas as candidaturas de candidatos cujas unidades curriculares (ou módulos) em atraso sejam exclusivamente do 12.º ano (ou do 3.º ano no caso das formações profissionais ou tecnológicas). No caso das unidades curriculares bianuais ou trianuais, a classificação parcial do 10.º e do 11.º ano (ou do 1.º e do 2.º ano no caso das formações profissionais ou tecnológicas) deverá ser obrigatoriamente positiva (igual ou superior a 10 valores).

Mais informações

Plano de estudos
Aviso n.º 2382/2016, D. R. n.º 39/2016, 2.ª série de 25-02-2016

Para obter mais informações sobre os TeSP e a oferta formativa do Politécnico de Leiria contacte-nos pelo e-mail ctesp@ipleiria.pt.


Nota: Esta informação não dispensa a consulta do edital constante nesta página