Mestrado em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica

2016/2017

Todas as vagas da 1ª Fase foram ocupadas e os candidatos admitidos encontram-se matriculados.  A 2ª Fase de candidaturas ao mestrado encontra-se encerrada.

Apresentação do curso

A pessoa em situação crítica é aquela cuja vida está ameaçada por falência ou eminência de falência de uma ou mais funções vitais e cuja sobrevivência depende de meios avançados de vigilância, monitorização e terapêutica. Os cuidados de enfermagem à pessoa em situação crítica são cuidados altamente qualificados prestados de forma contínua à pessoa com uma ou mais funções vitais em risco imediato, como resposta às necessidades afetadas e permitindo manter as funções básicas de vida, prevenindo complicações e limitando incapacidades, tendo em vista a sua recuperação total (regulamento 124/2011 de 18 de fevereiro). A formação especializada de profissionais de enfermagem que respondam com maior eficiência às situações de trauma, emergência e apoio humanitário é também um desiderato da reorganização do nosso sistema de saúde. Foi com este pensamento e tendo em conta as competências esperadas no Enfermeiro Especialista em Enfermagem à pessoa em situação crítica (regulamentos 122/2011 e 124/2011 de 18 de fevereiro) que se desenhou um plano que permita o desenvolvimento de profissionais autónomos, com espírito crítico e reflexivo, que participem ativamente no desenvolvimento organizacional das instituições, respeitem a pessoa e a família em todo o processo de cuidados, participem na inovação e desenvolvimento da prática da enfermagem com recurso a metodologias de investigação e tomem decisões ético-legais de acordo com os valores da profissão.

Estrutura do curso
O curso de Mestrado está organizado em quatro semestres curriculares totalizando 120 ECTS, o que está de acordo com o definido no nº 1 do artigo 18 do decreto-lei nº 74/2006 de 24 de março. O ciclo de estudo terá a duração de 4 semestres e encontra-se estruturado da seguinte forma: o 1º semestre integra 4 unidades curriculares, num total de 30 créditos; o 2º semestre totaliza 6 unidades curriculares e 30 créditos; o 3º e 4º semestre são dedicados à realização de dois ensinos clínicos e de um relatório de estagio/dissertação na área do ciclo de estudos, com a duração de 1620 horas, num total de 60 créditos.

Objetivos

  1. Desenvolver intervenções especializadas de Enfermagem a doentes de médio e alto risco, integrando a família na equipa de saúde
  2. Dinamizar a resposta a situações de catástrofe ou emergência multivítima, da conceção à ação
  3. Maximizar a intervenção na prevenção e controlo da infeção perante a pessoa em situação crítica e /ou falência orgânica, face à complexidade da situação e à necessidade de respostas em tempo útil e adequadas
  4. Desempenhar o papel de perito na equipa de saúde na área de Enfermagem à pessoa em situação crítica
  5. Dinamizar a construção e difusão do saber na área da Enfermagem à pessoa em situação crítica
  6. Promover a capacidade de tomada de decisões éticas
  7. Estimular processos de mudança e inovação à luz do conhecimento científico e da investigação
  8. Conhecer as estratégias e a importância na gestão dos recursos na prestação de cuidados
  9. Desenvolver capacidades para organização e avaliação dos cuidados de Enfermagem

Plano curricular

CodeCurricular Unit Period ECTS Workload
A Pessoa em situação critica e/ou falência orgânicaS1301º Ano
Processos complexos de doença critica e/ou falência orgânicaS1101º Ano
Enfermagem à pessoa em situação crítica e /ou falência orgânicaS1101º Ano
Relação e comunicação em saúdeS171º Ano
Prevenção e controlo da IACS - Infecção Associada aos Cuidados de SaúdeS251º Ano
Enfermagem em situações de exceção e catástrofeS271º Ano
Metodologias de investigação aplicadaS231º Ano
Supervisão de cuidadosS231º Ano
Gestão em EnfermagemS231º Ano
Ensino Clínico I - UrgênciaS291º Ano
CodeCurricular Unit Period ECTS Workload
Ensino Clínico II - Cuidados IntensivosS382º Ano
Ensino Clínico III - OpçãoS382º Ano
Opção - Enfermagem à Pessoa em Situação CríticaS4442º Ano

Condições de acesso

Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica:

  1. Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal, em Enfermagem
  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiros conferidos na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, em Enfermagem

Mais informações

Plano de estudos
Despacho n.º 9128/2012, D.R. n.º 129, 2.ª série de 05 07-2012
(Torna pública a emissão de parecer favorável pela Ordem dos Enfermeiros quanto à adequação para efeitos de concessão de título de especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica do curso de mestrado em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria)

Contactos
Serviços Académicos


Nota: Esta informação não dispensa a consulta do edital constante nesta página