Contagem de citações de artigos e autores

Na contagem de citações é aferido o número de vezes que um artigo é citado por outros artigos científicos. Se um artigo é citado muitas vezes é considerado um artigo de referência com elevada qualidade científica.

Atualmente estão disponíveis várias ferramentas para análise bibliométrica das citações, sendo que as principais são a Web of Science que está disponível através da B-On; a Scopus que está disponível apenas para instituições subscritoras e o Google Scholar cujo acesso é gratuito.

Cada uma destas ferramentas apresenta vantagens e desvantagens e a abrangência das bases de dados é limitada, o que resulta em diferentes números para o mesmo artigo em cada base de dados. A escolha da base a utilizar é pessoal, mas sugere-se a utilizar pelo menos duas ferramentas e a comparar os números obtidos em cada uma delas.

 

Web of Science (Thomson Reuters)

Esta é a base de dados mais antiga para análise de citações e, além do número total de citações por artigo, disponibiliza ainda o índice-h de um autor.

Inclui as seguintes bases: Science Citation Index Expanded (1899-present); Social Sciences Citation Index (1956-present); Arts & Humanities Citation Index (1975-present); Conference Proceedings Citation Index- Science (1991-present); Conference Proceedings Citation Index- Social Science & Humanities (1991-present).

Disponibiliza registos desde 1900 na Área da Ciência, desde 1956 na área das Ciências Sociais e desde 1975 na área de Artes e Humanidades.

Apesar de ser a base mais utilizada em estudos bibliométricos, em algumas áreas como as ciências sociais, artes e humanidades, finanças e economia, engenharia e ciências de computação, a Web of Science fornece resultados inferiores a outras ferramentas.

Para consultar os tutoriais sobre a utilização da Web of Science clique aqui

 

Scopus

A Scopus é uma das bases de dados de artigos científicos mais abrangentes. Disponibiliza a ferramenta “Citation Tracker” que permite aceder ao número de citações por artigo e consultar diversos indicadores como o h-index.

Para mais informações clique aqui

 

Google Scholar

Esta ferramenta de livre acesso da Google permite aos autores a criação de um perfil público que passará a estar acessível quando é feita uma pesquisa pelo nome do autor.

O Google Scholar pesquisa em todos os tipos de publicações disponíveis na Web e, por conseguinte, o seu método de contagem de citações inclui todos esses documentos publicados na Web. Um dos problemas apontados a esta ferramenta é o facto de na pesquisa por autor poderem ser recuperados artigos que não correspondem a esse mesmo autor ou, por outro lado, faltarem artigos da sua autoria. Os autores podem evitar esta situação recorrendo à gestão do seu perfil, que lhes permite adicionar ou excluir artigos.

O Google Scholar disponibiliza a funcionalidade “Cited By”, que permite a consulta das citações que determinado documento recebeu, assim como o h-index.

Para mais informações clique aqui


Fator de impacto das revistas científicas

 

O Fator de impacto foi criado em 1955 por Eugene Garfield, fundador do ISI – Institute of Scientific Information e atualmente tornou-se no indicador bibliométrico mais usado a nível internacional.

O Fator de impacto mede a frequência com que os artigos de uma revista foram citados num determinado período de tempo. O cálculo é feito dividindo o número de citações correntes de artigos publicados nos últimos dois anos pelo número total de artigos publicados nesse mesmo período (Journal Citation Reports).

Para os investigadores este dado bibliométrico é bastante relevante, uma vez que lhes permite comparar o fator de impacto de várias revistas e decidir em qual dessas revistas publicar os seus artigos.

 

Journal Citation Reports (JCR)

O JCR do ISI é o recurso mais utilizado a nível internacional para a avaliação de revistas científicas. Disponibiliza dados bibliométricos e quantitativos com base na contagem de citações efetuada nas bases Science Citation Index e Social Science Citation Index da Web of Science (Thomson Reuters).

O JCR recolhe dados referentes a cerca de 10.100 revistas publicadas por 3300 editores de cerca de 238 disciplinas e de 84 países. Esta base é atualizada todos os anos, em meados do ano civil.

Disponível no IPLeiria através da b-on.

 

SCImago Journal & Country Rank

O SCImago é outra ferramenta alternativa ao JCR da ISI, que disponibiliza indicadores bibliométricos relativos a revistas e países, sendo esses dados retirados de bases de dados de artigos científicos da Scopus.


Ferramentas de identificação de autoria

Um dos problemas das bases de dados que acolhem a produção dos investigadores é a ambiguidade na identificação da autoria dos documentos. Ao longo da sua carreira a grande maioria dos investigadores vai assinando os artigos com várias variantes do nome, o que depois gera muitas dificuldades, nomeadamente ao nível da contagem de citações. Por outro lado, existem também muitos autores com nomes iguais ou semelhantes, o que também gera dificuldades neste processo.

Para garantir a correta atribuição de uma obra a um autor a solução mais fiável é o próprio autor utilizar algumas ferramentas que permitem a identificação da autoria e que são disponibilizadas pelas bases de dados. De seguida, serão apresentadas algumas dessas ferramentas.

 

Researcher ID – Web of Knowledge

O Researcher ID é disponibilizado pela Web of Knowledge (acessível através da b-on) e permite a cada investigador criar uma conta à qual está associado um identificador único e gratuito. Através dessa conta o investigador pode associar os seus artigos ao seu identificador e pode monitorizar as métricas de citação dos seus documentos na Web of Science (h-index, contagem de citações, média de citações). Este perfil pode ser público ou privado.

Em simultâneo o portal Researcher ID funciona também como uma plataforma de colaboração online para comunidades de investigadores.

 

Criar um Researcher ID

1- Aceda a http://www.researcherid.com/;
2 – Clique no link Join now, it’s free e preencha o formulário que dará origem a um Exclusive Invitation to ResearcherID.com via e-mail;
3 – Preencha o formulário que irá receber por e-mail.

Para mais informação consulte as FAQ’s do Researcher ID clicando aqui

 

Author ID – Scopus

A Scopus disponibiliza uma funcionalidade que determina quais as variantes de nome que devem ser agrupadas sob uma identificação única. Esta ferramenta utiliza um algoritmo que liga formas de nomes recorrendo a dados como a afiliação do autor, endereço, área de investigação e datas de publicação.

Nota: A Scopus só está disponível para as instituições subscritoras.

Para mais informação sobre o Author ID clique aqui

Para consultar o seu Author ID clique aqui

 

ORCID iD

O ORCID é um sistema aberto, sem fins lucrativos que tem como objetivo disponibilizar o registo de identificadores únicos para investigadores, os quais são um método transparente de ligar o output das atividades de investigação aos respetivos autores. De salientar que o ORCID foi o identificador escolhido pela FCT e que deverá ser utilizado pelos investigadores financiados por esta entidade.

Para saber mais clique aqui

Criar um ORCID iD

Aceda a http://orcid.org/;
Aceder à página “For researchers”, opção “Register for an ORCID iD”;
Seguir as instruções para completar o registo.

Para mais informações clique aqui


Proposta de aquisição

O serviço de aquisição de publicações destina-se exclusivamente a funcionários docentes e não docentes do IPL.

Para solicitar a aquisição de novas obras ou artigos, os proponentes deverão proceder ao preenchimento do PIAD (formulário de Proposta Interna de Aquisição de Documentos) disponível através da Secretaria Virtual.

Para mais informações, contactar o Secretariado dos Serviços de Documentação através do e-mail sd.secretariado@ipleiria.pt ou do telefone 244 820372.

Ao Secretariado dos Serviços de Documentação caberá estabelecer todos os contactos necessários com editoras e livreiros para a sua aquisição bem como iniciar o processo do seu tratamento técnico antes da sua colocação na estante.

Aquando da receção da obra, os proponentes recebem automaticamente um aviso via correio eletrónico onde é solicitada a sua colaboração no preenchimento da Ficha da obra que deverá posteriormente ser enviada para o e-mail da sua Biblioteca.

Para apoio ao preenchimento da Ficha da obra poderá consultar a Classificação CDU (abreviada).