Licenciaturas para estudantes Internacionais

Se és um estudante internacional e pretendes concorrer a uma licenciatura do Politécnico de Leiria podes fazê-lo ao abrigo do Estatuto do Estudante Internacional. 
Descobre abaixo o que é necessário.


Quem se pode candidatar e como

Destinatários

Podem candidatar-se às licenciaturas do Politécnico de Leiria através de concurso especial para estudantes internacionais todos os estudantes que:

a. não tenham a nacionalidade portuguesa; 

b. não sejam nacionais de um Estado membro da União Europeia;

c. não residam legalmente em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior;

d. não sejam beneficiários, em 1 de janeiro, de estatuto de igualdade de direitos e deveres atribuído ao abrigo de tratado internacional outorgado entre o Estado Português e o Estado de que são nacionais.

Vagas para Estudantes Internacionais 2019/2020

 

Condições de candidatura a licenciaturas

Podem candidatar -se aos ciclos de estudos de licenciatura do IPLeiria os estudantes internacionais:

a. Titulares de uma qualificação que dê acesso ao ensino superior, entendida como qualquer diploma ou certificado emitido por uma autoridade competente que ateste a aprovação num programa de ensino e lhes confira o direito de se candidatar e poder ingressar no ensino superior no país em que foi conferido;
b. Titulares de um diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente.

Qualificação académica

1. Os candidatos devem demonstrar conhecimentos nas matérias das provas de ingresso portuguesas, sendo o seu nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos através do regime geral de acesso e ingresso para o ciclo de estudos em causa.
2. Quando o candidato é titular de curso de ensino secundário português ou equivalente a verificação da qualificação para ingresso no ciclo de estudos faz-se com base nas classificações das provas de ingresso portuguesas fixadas para o ciclo de estudos em causa.
3. Quando o candidato é titular de curso legalmente equivalente ao ensino secundário português, as provas de ingresso podem ser substituídas por exames nos termos do artigo 20.ºA do Decreto-Lei n.º 296-A/98.

4. As provas de ingresso e respetiva ponderação relativas aos candidatos oriundos de sistemas de ensino estrangeiros que tenham realizado provas de admissão ao ensino superior são divulgadas por despacho do presidente do Politécnico de Leiria.

5. No caso de candidatos oriundos de sistema de ensino estrangeiro que não se enquadrem nas situações previstas nos pontos anteriores a verificação da qualificação académica faz-se com base em prova documental:
– Do aproveitamento em provas de nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos através do regime geral de acesso e ingresso para o ciclo de estudos, incluindo respetivas classificações finais e escala de classificação; e/ou
– Do aproveitamento em nível de ensino que proporcione a aquisição de conhecimentos em matérias de nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos, através do regime geral de acesso e ingresso para o ciclo de estudos, incluindo respetivas classificações finais e escala de classificação.
6. Em todas as outras situações, o candidato pode realizar as provas de ingresso portuguesas como estudante autoproposto ou realizar no Politécnico de Leiria provas equivalentes às provas de ingresso portuguesas para o curso a que se candidata.

Despacho Provas para Estudantes Internacionais

Conhecimento da língua

A frequência de qualquer um dos ciclos de estudo de licenciatura do Politécnico de Leiria exige um domínio independente da língua em que o curso é ministrado (nível B2), de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (QECR).

Os estudantes internacionais que não possuam o nível B2 podem candidatar -se desde que frequentem uma formação no Politécnico de Leiria, na língua em que o curso é ministrado, que lhes permita atingir o referido nível.

Estão excecionados das disposições anteriores os estudantes que tenham frequentado o ensino secundário na língua em que é ministrado o curso a que se candidatam.

Documentos a apresentar na candidatura

Documentos a apresentar na candidatura:
a) Cópia de documento de identificação civil válido emitido pelas autoridades do país de origem;
b) Diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente, quando aplicável;
c) Diploma ou certificado emitido por uma autoridade competente que ateste a aprovação num programa de ensino e lhes confira o direito de se candidatar e poder ingressar no ensino superior no país em que foi conferido;
d) No caso previsto na alínea anterior deve ser apresentada declaração emitida pelos serviços competentes do país onde foi concluído o programa de ensino atestando que a habilitação em causa é suficiente para ingressar no ensino superior no país em que foi conferido.
e) Cópia dos documentos comprovativos das classificações obtidas:

i) Nas provas de ingresso portuguesas, para os titulares de ensino secundário português ou equivalente e para os estudantes internacionais autopropostos;

ii) Nos exames nacionais de acesso ao ensino superior em país estrangeiro;
iii) Do aproveitamento em provas de nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos através do regime geral de acesso e ingresso para o ciclo de estudos, incluindo respetivas classificações finais e escala de classificação; e/ou

iv) Do aproveitamento em nível de ensino que proporcione a aquisição de conhecimentos em matérias de nível e conteúdo equivalentes aos dos estudantes admitidos através do regime geral de acesso e ingresso para o ciclo de estudos, incluindo respetivas classificações finais e escala de classificação.

f) Diploma ou certificado comprovativo do nível de conhecimento da língua em que é ministrado o curso;
g) Pré-requisitos exigidos pelo ciclo de estudos a que se candidatam, quando aplicável, sendo a sua comprovação feita até ao momento da inscrição às unidades curriculares ou em momento anterior quando possível
h) Procuração, quando a candidatura for apresentada por procurador.

Os estudantes que ingressem no ensino superior ao abrigo do regime do estudante internacional mantêm a qualidade de estudante internacional até ao final do ciclo de estudos, exceto para as situações previstas na lei.

 As candidaturas são realizadas online em Portal de Candidaturas

 

Para mais informações consulte o Regulamento do Estudante Internacional e Alteração ao Regulamento do Estudante Internacional do Politécnico de Leiria.


Quando me candidato

Concurso para Estudantes Internacionais 2019-2020

É definido o seguinte calendário:

  1.ª Fase 2.ª Fase 3.ª Fase
Período de candidaturas 14 de janeiro a 7 de abril 2019 13 de maio a 30 de junho 2019 29 de julho a 8 setembro 2019
Período de realização de provas1 8 a 10 de julho 2019
Publicação de resultado das candidaturas 2 29 de abril 2019 15 de julho 2019 17 de setembro 2019
Período de reclamações 30 de abril a 2 de maio 2019 16 a 18 de julho 2019 18 e 20 de setembro 2019
Matrículas  13 a 31 de maio 2019 29 de julho a 9 de agosto 2019 23 a 27 de setembro 2019

 

1 Apenas para candidatos que necessitem de realizar provas específicas localmente por não terem realizado provas nacionais. Para a realização de provas de admissão, consulte a informação em Júris e Provas de Avaliação e inscreva-se em formulário aqui ( até 21 de junho ).

2 Serão resultados provisórios para os candidatos aos cursos que exijam satisfação de pré-requisitos ou cuja situação o candidato obrigue à realização de provas.

 


Resultados das candidaturas

Concurso Estudantes Internacionais 

Resultados em  candidaturas.ipleiria.pt

 

Para mais informações contacte estudante.internacional@ipleiria.pt


 

Júri e Provas de Avaliação

Qualificação Académica para ingresso em cursos de 1º ciclo :

Despacho nº 391/2018  – Despacho Provas para Estudantes Internacionais

Despacho nº 87/2017  – Júri das Provas de Avaliação da Qualificação Académica Específica 

NOTA: Se a sua admissão está condicionada à realização de provas, consulte os conteúdos  e realize a sua inscrição, aqui.


Matrículas e Propinas

Exclusivamente para alunos do Contingente Internacional ( fora da União Europeia)

Depois da divulgação dos resultados, segue-se o período para matrículas. Para que possa preparar a sua matrícula e deslocação informamos os passos que se seguem:

Passo ❶ | Pagamento da taxa de matrícula

O processo inicia-se com o pagamento da taxa de matrícula no valor de 500€. Para garantir a sua vaga, o mesmo deve ser efetuado num prazo de 5 dias úteis, a seguir ao último dia previsto para a publicação dos resultados.

Nota: Os estudantes admitidos condicionalmente devem aguardar pela sua admissão definitiva.

Pagamento por cartão de crédito | Aceda ao formulário:

PT – Estudante Internacional – Pagamento Taxa de Matrícula aqui.

ES – Estudante Internacional – Pagamento Taxa de Matrícula aqui. 

Passo ❷ | Envio da Carta de Aceitação

Depois do nosso departamento financeiro confirmar a entrada do valor, de imediato procedemos ao envio da sua carta de aceitação para que possa dar início ao seu processo de visto.

Nota: Envie-nos a morada para onde deveremos remeter o original da carta de aceitação.

Passo ❸ | Obtenção do visto de entrada em Portugal

Para que este processo decorra com tranquilidade, sugerimos que consulte a nossa página de estudantes internacionais onde pode encontrar informação sobre este assunto.

Nota: Nesta altura, deve fazer-se acompanhar dos documentos originais (certificados académicos) a fim de que os mesmos sejam visados/ autenticados pelo Consulado português.

Passo ❹ | Matrícula e Propinas

Para que possamos continuar com a reserva do seu lugar no curso pretendido, deve proceder ao pagamento dos seguintes montantes com as seguintes condições:

// Pagamento de 40% da anuidade

 // Pagamento do seguro escolar: 2,5€

Nota: Não haverá lugar ao reembolso da taxa de candidatura e de matrícula.

Qualquer dúvida, pode entrar em contacto connosco através do email: estudante.internacional@ipleiria.pt