Produção Primária Sustentável

Produção Primária Sustentável

Tipo de curso:
TeSP

Apresentação do curso

A produção sustentável é atualmente aceite como a única aproximação viável que permite otimizar a utilização dos recursos de forma inteligente considerando a sustentabilidade e resiliência dos sistemas agrícolas, de modo a caminhar para a neutralidade de carbono e para a valorização de recursos minimização de resíduos e descoberta de novos subprodutos.
O curso Técnico Superior de Produção Primária Sustentável tem como objetivo dotar os seus estudantes com competências nesta área emergente, capazes de preencher as atuais lacunas existentes na produção agrícola e aquícola no que diz respeito à necessidade de produzir de forma sustentável e consciente. Ao conceber, planear, utilizar e gerir novas ferramentas aplicadas à produção sustentável em agricultura e aquacultura, estes profissionais, de forma autónoma ou em conjunto com outros profissionais irão contribuir para uma alteração das atuais estratégias produtivas e para um novo paradigma na sustentabilidade da produção primária.

Coordenador do curso

Raul José Silvério Bernardino
raul.bernardino@ipleiria.pt

Código

4563

Escola

Cidade

Torres Vedras

Idioma

Português

Regime

Diurno

Duração

2 Anos

Vagas

Contingente geral: 25
Contingente internacional: 2
Mudança de Par Curso/Instituição: 5

Registo DGES

Objetivos

  • Analisar projetos e outras especificações técnicas de modo a conseguir elaborar e implementar recomendações eficazes para a gestão de culturas, solo, pragas e meio ambiente;
  • Programar, organizar e orientar a execução das operações e tarefas inerentes à execução do plano anual de produção com vista ao aumento de produtividade e eficiência na utilização de recursos nomeadamente água e fertilizantes numa perspetiva de bio-intensividade;
  • Resolver problemas complexos de conjugação de produção e ambiente usando ferramentas de apoio à decisão na previsão e controlo de doenças e pragas de colheitas;
  • Identificar novos mercados, formas de comercialização e formas de valorização dos produtos e subprodutos , preparando propostas de organização e gestão;
  • Gerir a utilização dos fatores de produção e tecnologias garantindo a sustentabilidade da exploração e a preservação do ambiente;
  • Utilizar os conceitos de aquacultura multitrófica integrada como parte de um sistema produtivo agrícola, quer como fonte alternativa de receitas quer como unidade de tratamento e controlo de qualidade da água;
  • Aplicar e desenvolver ferramentas com sensores que permitam um acompanhamento em tempo real de produções agrícolas e aquícolas minimizando o tempo de resposta a ocorrências;
  • Sugerir e implementar métodos alternativos de produção e de fertilização sustentável biológica;
  • Identificar sistemas multitróficos como sistemas alternativos sustentáveis de produção por si ou sugerir a sua utilização na produção primária convencional;
  • Planear e definir estratégias competitivas que permitam melhorar a produtividade e qualidade das atividades inerentes à agricultura, potenciando o planeamento das atividades e otimização de custos de produção;
  • Organizar e orientar a implementação de novas tecnologias na agricultura, com vista a uma eficiente racionalização dos fatores de produção e conservação do ambiente.

Plano curricular

ECTS: 120 ECTS

Condições de acesso

  1. Titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
  2. Titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional;
  3. Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.

Prosseguimento de estudos

A editar “Prosseguimento de estudos do curso”:

ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR
O acesso e ingresso no Ensino Superior para os titulares de um Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) é regulado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014. Os titulares de um TeSP podem concorrer a um ciclo de estudos de licenciatura pela via dos Concursos Especiais de Acesso ao Ensino Superior.

O ingresso estará sujeito a seriação, conforme legislação aplicável, e ao número de vagas estipulado para o curso/regime a que se candidata. As informações sobre os concursos especiais podem ser consultadas aqui.

Candidatura

Depois de escolheres o curso confirma no botão como me candidato a opção que se adequa ao teu perfil.

Taxa de candidatura

50€

Taxa de matrícula

Contingente Geral: 0€
Contingente Internacional: 500€

Taxa anual

Contingente Geral: 697 €
Contingente internacional: 2.250 €