Tecnologias Digitais para a Agroindústria

Tecnologias Digitais para a Agroindústria

Tipo de curso:
TeSP

Apresentação do curso

O Curso Técnico Superior Profissional em Tecnologias Digitais para a Agroindústria visa formar profissionais com competências transversais nas áreas das tecnologias digitais e da agroindústria, orientados para o trabalho imediato após a conclusão do curso. Tornar a agricultura mais sustentável é um dos grandes desafios da humanidade e que terá necessariamente de passar pela utilização das tecnologias digitais inteligentes, sendo fundamental a formação de profissionais no cruzamento das áreas das tecnologias e da agroindústria.
Os técnicos superiores formados neste TeSP adquirem as competências necessárias e transversais, quer na vertente das áreas relacionadas com a agroindústria, quer na vertente das tecnologias digitais inteligentes, nomeadamente na Internet das Coisas (IoT), visando uma otimização e sustentabilidade nas produções agroindustriais.
Durante o curso, os estudantes realizam projetos enquadrados com as necessidades das empresas da região ao nível da agroindústria digital. Pretende-se que os técnicos superiores em Tecnologias Digitais para a Agroindústria contribuam positivamente para o desenvolvimento das empresas da região de Leiria e do Oeste, contribuindo positivamente para uma agroindústria mais sustentável. Estes profissionais têm capacidade para manter alinhado o seu conhecimento com os desafios tecnológicos emergentes, especialmente nas áreas da produção agroindustrial e das tecnologias digitais inteligentes.

Coordenador do curso

(a publicar brevemente)

Código

4564

Escola

Cidade

Idioma

Português

Regime

Diurno

Duração

2 Anos

Vagas

Contingente Geral: 20

Registo DGES

Objetivos

  • Elaborar e implementar recomendações eficazes para a gestão de culturas, solo, pragas e meio ambiente;
  • Trabalhar no aumento de produtividade e eficiência na utilização de recursos nomeadamente água e fertilizantes numa perspetiva de bio-intensividade;
  • Resolver problemas complexos de conjugação de produção e ambiente usando ferramentas de apoio à decisão na previsão e no controlo de doenças e pragas de colheitas;
  • Valorizar subprodutos e tratar resíduos com vista à eficiência máxima de energia, água e nutrientes e a zero desperdícios;
  • Demonstrar os benefícios económicos e ambientais da agroindústria sustentável;
  • Sugerir e implementar métodos alternativos de produção (por exemplo sem solo ou com solos modificados) e de fertilização sustentável biológica;
  • Desenvolver soluções tecnológicas baseadas em IoT que permitam um acompanhamento em tempo real do desenvolvimento de colheitas, minimizando o tempo de resposta a ocorrências;
  • Instalar e configurar no terreno soluções tecnológicas baseadas em IoT e serviços de cloud;
  • Instalar e configurar no terreno redes de comunicação IoT e serviços de suporte;
  • Operar e calibrar equipamentos tecnológicos de IoT, incluindo sensores, atuadores e restante sistema para melhorar a produção agrícola;
  • Produção de mapas digitais precisos dos campos usando informações espaciais disponíveis em software específico;
  • Aplicar técnicas de extração de conhecimento com base nos registos de dados de histórico;
  • Integrar e/ou apoiar equipas multidisciplinares de desenvolvimento de novas tecnologias e participar em projetos e estudos agrícolas;
  • Realizar levantamentos de campo com recurso a tecnologias digitais para integração em sistemas de informação geográfica bem como produzir, editar e atualizar cartografia digital de propriedades rurais.

Plano curricular

ECTS: 120 ECTS

Condições de acesso

  1. Titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
  2. Titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional;
  3. Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.

Mais informações

Edital 2021

Prosseguimento de estudos

ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR
O acesso e ingresso no Ensino Superior para os titulares de um Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) é regulado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014. Os titulares de um TeSP podem concorrer a um ciclo de estudos de licenciatura pela via dos Concursos Especiais de Acesso ao Ensino Superior.

O ingresso estará sujeito a seriação, conforme legislação aplicável, e ao número de vagas estipulado para o curso/regime a que se candidata. As informações sobre os concursos especiais podem ser consultadas aqui.

Candidatura

Depois de escolheres o curso confirma no botão como me candidato a opção que se adequa ao teu perfil.

Taxa de candidatura

50 €

Taxa de matrícula

Contingente Geral: 0€
Contingente Internacional: 500€

Taxa anual

Contingente Geral: 697 €
Contingente internacional: 2.250 €