Mestrado em Português e Chinês – Especialidade em Tradução e Interpretação

Apresentação do curso

O Mestrado em Português e Chinês – Especialidade em Tradução e Interpretação, resulta de uma parceria entre o Instituto Politécnico de Leiria/Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (IPL/ESECS), a Universidade de Língua e Cultura de Pequim (BLCU) e o Instituto Politécnico de Macau (IPM).

Ramos

O cursos prevê a existência de duas áreas de especialização:

Chinês-Português (destinada a estudantes de língua materna portuguesa)

Português-Chinês (destinada a estudantes chineses)

Objetivos

Este 2.º ciclo de estudos, de carácter profissionalizante, propõe formar especialistas em língua portuguesa e chinesa, com vista ao desenvolvimento das competências teóricas e operacionais necessárias a uma inserção no mercado de trabalho nacional e internacional.

Plano curricular

CodeCurricular Unit Period ECTS Workload
2063102Estudos Léxicos de Língua Chinesa ModernaS161º Ano
2063103Estudos Temáticos da Cultura ChinesaS161º Ano
2063101Estudos Temáticos de Língua Chinesa ModernaS161º Ano
2063105Grupo Optativo I - Mestrado Português e Chinês PS141º Ano
2063104Teoria e Prática de Tradução AvançadaS181º Ano
2063109Análise de Textos EspecializadosS261º Ano
2063112Grupo Optativo II - Mestrado Português e Chinês PS241º Ano
2063110InterpretaçãoS261º Ano
2063111Prática de Tradução AvançadaS281º Ano
2063108Produção TextualS261º Ano
CodeCurricular Unit Period ECTS Workload
2063116Estudos de TraduçãoS1101º Ano
2063117Projecto de InvestigaçãoS1151º Ano
2063115Seminário de Metodologias de InvestigaçãoS151º Ano
2063118Grupo Optativo III - Mestrado Português e Chinês PS2301º Ano

Condições de acesso

Podem candidatar -se ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre:

  1. Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal, na área das Línguas Portuguesa e Chinesa ou em qualquer outra área com prova dos seguintes níveis de língua: Língua Portuguesa (nível B2) / Língua Chinesa (nível B2)
  2. Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo, na área na área das Línguas Portuguesa e Chinesa ou em qualquer outra área com prova dos seguintes níveis de língua: Língua Portuguesa (nível B2) / Língua Chinesa (nível B2)
  3. Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria perante prova dos seguintes níveis de língua: Língua Portuguesa (nível B2) / Língua Chinesa (nível B2)
  4. Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, perante prova dos seguintes níveis de língua: Língua Portuguesa (nível B2) / Língua Chinesa (nível B2)

A prova de nível de língua será feita através de certificado/diploma ou através de provas (escrita e oral) presenciais a realizar em data a comunicar aos candidatos.

Candidaturas

O acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre em Português e Chinês – Especialidade em Tradução e Interpretação está sujeito a um concurso, cujas regras, para além das presentes, serão definidas em edital para cada edição.

 

Estudante internacional
Todas as informações relacionadas com a candidatura do Estudante Internacional ao IPLeiria devem ser consultadas na  página de Candidaturas de Estudantes Internacionais.

Mais informações

Público alvo
Estudantes com uma Licenciatura em Tradução do IPL/IPM ou em outro domínio com prova dos seguintes níveis de língua: Língua Portuguesa (nível B2) / Língua Chinesa (nível B2).


Estrutura

Em termos de funcionamento, prevê-se a existência de dois ramos, em que:

Ramo A
– os estudantes portugueses frequentem o primeiro ano na BLCU e o 2º ano em qualquer uma das instituições parceiras (IPL, BLCU ou IPM)
– No primeiro ano, o estudante realiza a parte curricular, frequentando 8 unidades curriculares, de carácter obrigatório, e 2 opcionais, distribuídas por dois semestres
– No segundo ano, o estudante frequenta, durante o primeiro semestre, 3 unidades curriculares, devendo realizar no 2º semestre, deste ano, o seu projeto/dissertação

Ramo B:
– os estudantes chineses: frequentem o primeiro ano no IPL e o 2º ano em qualquer uma das instituições parceiras (IPL, BLCU ou IPM)
– No primeiro ano, o o estudante realiza a parte curricular, frequentando 8 unidades curriculares, de carácter obrigatório, e 2 opcionais, distribuídas por dois semestres
– No segundo ano, o estudante frequenta, durante o primeiro semestre, 3 unidades curriculares, devendo realizar no 2º semestre, deste ano, o seu projeto/dissertação