Comemorações do Centenário de José Saramago no Politécnico de Leiria — Sessão de encerramento
Biblioteca José Saramago (Campus 2) — 30.NOV.2022 | 15h30

O Politécnico de Leiria comemora, desde novembro de 2021, o Centenário de José Saramago. Através de um programa diversificado, procurou-se homenagear o escritor e o cidadão e dar a conhecer a sua obra à comunidade académica.

Das artes plásticas ao teatro, passando pela música, muitas foram as iniciativas realizadas nas Escolas Superiores do Politécnico de Leiria, atribuindo especial destaque à Biblioteca José Saramago, a única Biblioteca do ensino superior integrada na Rede de Bibliotecas José Saramago. Exemplo disso é a exposição “Voltar aos passos que foram dados”, da Fundação José Saramago, à qual associamos os estudantes de Artes Plásticas da Escola Superior de Artes e Design (ESAD.CR), que resultou numa transfiguração do espaço expositivo.

As comemorações terminam no dia 30 de novembro de 2022, na Biblioteca José Saramago, com o seguinte programa:

15h30 | Sessão de Abertura e Moderação

Dulce Correia — Diretora dos Serviços de Documentação do Politécnico de Leiria

15h40 | Leitura de excerto de obra de José Saramago
Dora Conde — Atriz 

15h50 | José Saramago: Literatura, arte e ação
Carlos Nogueira — Docente da Cátedra José Saramago da Universidade de Vigo e Prémio Vergílio Ferreira 2022

16h30 | Sobre a exposição “Voltar aos passos que foram dados”
Fernanda Costa — Fundação José Saramago e Curadora da Exposição

16h45 | A participação dos alunos da ESAD.CR no processo de criação
Inês de Pinho Gonçalves — Estudante do Mestrado de Artes Plásticas da ESAD.CR
Maria Inês Pimenta — Estudante do Mestrado de Artes Plásticas da ESAD.CR

17h00 | Sessão de Encerramento
Maria da Graça Poças Santos — Vice-Presidente do Politécnico de Leiria

Solicita-se a confirmação de presença até às 12h00 do dia 30 de novembro, através do seguinte link de inscrição

Contamos com a vossa presença!

____

Notas biográficas

Carlos Nogueira
Professor da Cátedra José Saramago da Universidade de Vigo.
O seu trabalho docente e de investigação tem-se centrado especialmente nas relações entre a Literatura, a Filosofia, a Política e o Direito. Tem publicado livros de ensaio em editoras como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Imprensa Nacional –Casa da Moeda, a Porto Editora, as Edições Europa-América, as Edições Lusitânia, a Livraria Lello e a Tinta da China.
Recebeu o Prémio Santander de Internacionalização da Produção Científica da FCSH / Universidade Nova de Lisboa (2011, 2012, 2013, 2014), o Prémio Montepio de Ensaio (2012, 2013 e 2014), o Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho (2019) e o Prémio Literário Vergílio Ferreira (2022)

 

Fernanda Costa – Fundação José Saramago e Curadora da Exposição

Detentora de uma sólida experiência no desenvolvimento de políticas do Sector da Educação dos quais 20 ligados à Cooperação internacional. Possui uma licenciatura em Línguas e Literatura Modernas, Estudos Ingleses e Alemães pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa e duas pós-graduações (Pedagogic and Scientific Council for Teacher’s Continuous Training, University of Minho / Escola Superior de Educação em Santarém). É membro da Swedish Link Life Foundation e da International Society of Female Professionals (ISFP). Ao longo da sua carreira desempenhou diversos cargos de liderança em tarefas relacionadas com a análise, revisão, fundamentação, implementação e avaliação de projetos com incidência no planeamento e desenvolvimento de políticas estratégicas, assessorias e assistência técnica em organizações multilaterais (Portugal, Moçambique, África do Sul e Estados Unidos da América) e agências bilaterais (Portugal e Irlanda; Moçambique e Brasil), cobrindo questões pertinentes ao desenvolvimento de abordagens formais e não-formais sobre a literacia profissional e formação de adultos, bem como questões transversais como HIV/SIDA, Género, Igualdade, Minorias, Cidadania, Direitos e Deveres Humanos, Racismo, Trabalho Infantil e Violência. Autora de vários estudos, nomeadamente, Estudo sobre a Educação da Rapariga, em Moçambique e de vários programas na área do ensino da língua portuguesa, na África Austral, nomeadamente o Programa de Ensino da Língua Portuguesa às comunidades dos PALOP residentes na área da Grande Joanesburgo e o PROLINGUA (formação de professores). Foi Coordenadora do Ensino Português no Estrangeiro, na África do Sul, Zimbabwe, Suazilândia e Botswana e nos Estados Unidos da América (em Boston e em Washinghton D.C.) Presentemente, é assessora para a programação do Centenário de José Saramago.