A árvore dos rebuçados

Resumo

O Sebastião adorava guloseimas. Um dia, por incrível que pareça, descobriu uma árvore carregadinha de rebuçados no seu quintal. E não é que a árvore lhe fez um desafio! Se o Sebastião entrasse no mundo dela e realizasse as provas que lhe fossem pedidas, receberia todos os rebuçados que quisesse. O Sebastião aceitou o desafio e foi transportado para outra dimensão. Teve de provar uma grande variedade de legumes, teve de ler uma história e até participou nos “Jogos Olímpicos da Vida Saudável”!

Desde esse dia, a vida de Sebastião foi mudando gradualmente. Ele aprendeu a importância dos bons hábitos alimentares… e também percebeu que um docinho de vez em quando não faz mal a ninguém. O crescimento físico e intelectual dos mais novos tem que ser sustentado por escolhas alimentares saudáveis, diversificadas e agradáveis ao gosto. Às necessidades nutricionais dos jovens deve corresponder uma política educativa que promova hábitos e regras alimentares adequadas ao seu desenvolvimento, saúde e bem-estar.