TeSP de Secretariado Clínico

(disponível no Núcleo de Torres Vedras) Vagas abertas para 2020/2021 Novo!

Apresentação do curso

O TeSP em Secretariado Clínico pretende capacitar profissionais para a Planear, gerir e executar atividades de secretariado em instituições de saúde e/ou reabilitação.
O técnico superior profissional em Secretariado Clínico irá adquirir conhecimentos e competências para o desempenho da sua atividade profissional como sendo, por exemplo: a compreensão da natureza, das características e do processo de desenvolvimento humano e suas respetivas implicações na relação interpessoal; o reconhecimento da importância da comunicação nas interações sociais e a capacidade de comunicar eficazmente com os utentes, familiares e outros profissionais de saúde.

Objetivos

O Curso Técnico Superior Profissional em Secretariado Clínico tem como objetivo formar profissionais dotados de meios que lhes permitam aplicar os conhecimentos adquiridos ao exercício profissional de Secretariado Clínico.

Atividades principais do perfil profissional:

  • Planear de modo independente, atividades de secretariado em instituições de saúde e/ou reabilitação;
  • Executar, de modo independente, as atividades de secretariado inerentes ao funcionamento diário institucional;
  • Registar nas plataformas de requisição, registo, referenciação e protocolos em saúde; estabelecer com os utentes, familiares, cuidadores e outros profissionais uma atitude responsável, profissional, assertiva e adaptada ao serviço, ao contexto e à condição de saúde da pessoa;
  • Planear o desenvolvimento de atividades, a organização e monitorização do trabalho de modo a garantir um atendimento célere, profissional, cuidado e personalizado à condição de saúde da pessoa e necessidades especificas do serviço;
  • Fornecer informação de modo fundamentado, atualizado, explícito e adaptado à condição de saúde da pessoa;
  • Assegurar uma boa gestão documental, de informação e de stock tendo em conta as características do serviço e garantindo a confidencialidade de dados;
  • Colaborar na organização do espaço bem como na implementação e manutenção de um arquivo documental funcional, confidencial e prático; colaborar na avaliação da qualidade dos serviços prestados, na avaliação quantitativa do trabalho desenvolvido, bem como no processo de certificação da instituição, propondo e implementando medidas que visem a melhoria do atendimento e trabalho de secretariado, tendo em conta os padrões de qualidade e boas práticas correspondentes;
  • Participar na elaboração de protocolos e procedimentos facilitadores e funcionais adaptados e personalizados tendo em conta o serviço, a instituição e população utilizadora da mesma.

Plano curricular

CódigoUnidade Curricular Período ECTS Horas de contacto
Desenvolvimento PessoalSemestral440 h
ÉticaSemestral440 h
Terminologia das Estruturas e Funções do CorpoSemestral330 h
Humanização do Atendimento em SaúdeSemestral330 h
Políticas Sistemas e Serviços de SaúdeSemestral660 h
Fundamentos de Secretariado ClínicoSemestral660 h
Higiene e Segurança no TrabalhoSemestral440 h
Comportamento OrganizacionalSemestral330 h
Organização e Gestão em SaúdeSemestral660 h
Técnicas de Secretariado, Gestão de Processos e Proteção de DadosSemestral660 h
Logística em SaúdeSemestral440 h
Matemática e EstatísticaSemestral440 h
Língua PortuguesaSemestral440 h
Acessibilidade, Design Universal e Produtos de ApoioSemestral330 h
CódigoUnidade Curricular Período ECTS Horas de contacto
Literacia em SaúdeSemestral440 h
Protocolos em SaúdeSemestral330 h
Subsistemas de Saúde, Acordos e Comparticipações Semestral770 h
Tecnologias de Informação e Comunicação em SaúdeSemestral660 h
Sistemas Informáticos de Registo e Referenciação Semestral660 h
Primeiros Socorros e Suporte Básico VidaSemestral440 h

Prosseguimento de estudos

ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR
O acesso e ingresso no Ensino Superior para os titulares de um Curso Técnico Superior Profissional (TeSP) é regulado pelo Decreto-Lei n.º 113/2014. Os titulares de um TeSP podem concorrer a um ciclo de estudos de licenciatura pela via dos Concursos Especiais de Acesso ao Ensino Superior.

O ingresso estará sujeito a seriação, conforme legislação aplicável, e ao número de vagas estipulado para o curso/regime a que se candidata. As informações sobre os concursos especiais podem ser consultadas aqui.

Condições de acesso

  1. Titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
  2. Titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior, que pretendam a sua requalificação profissional;
  3. Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, nos termos do Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março.

Mais informações


Nota: Esta informação não dispensa a consulta do edital constante nesta página

BarraFinan