Biografia Provedor do Estudante

Provedor do estudante

Pedro Jorge de Matos Gonçalves

Escola

Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar

CATEGORIA PROFISSIONAL

Professor Adjunto

OUTROS LINKS

cienciavitae

Pedro Jorge de Matos Gonçalves nasceu a 13 de Janeiro de 1977.
Doutorado em Ciências do Trabalho – Psicologia Social pela Universidade de Cádiz em 2010.
Titular do Diploma de Estudos Avançados – Psicologia Social pela Universidade de Cádiz em 2008.
Licenciado em Psicologia da Saúde pela Universidade Lusíada de Lisboa em 2005.
Titular da Especialização Psicologia do Trabalho, Social e das Organizações pela Ordem dos Psicólogos Portugueses em 2016.
Titular da Especialização Psicologia Clínica e da Saúde pela Ordem dos Psicólogos Portugueses em 2017.
Pós-Graduado em Saúde Mental pela Universidade Católica Portuguesa em 2012.
Professor Adjunto do Instituto Politécnico de Leiria desde 2007.
Carreira docente (em mestrados, licenciaturas, pós-Graduações e CETS) e de investigação nas áreas da Psicologia, Comunicação, Dinâmica de Grupos, Liderança, Erro Humano e em áreas aplicadas.
Membro do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (2010-2015).
Membro do Conselho de Representantes da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (2013-2017)
Coordenador da Licenciatura em Animação Turística na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (2010-2013).
Coordenador da Pós-Graduação em Trauma, Emergência e Apoio Humanitário na Escola Superior de Saúde (2014).
Diretor dos Cursos de Especialização Tecnológica de Logística em Emergência e Gestão de Animação Turística (2007-2011).Presidiu, por inerência, às Comissões Cientifica e Pedagógica dos cursos referidos (2007-2014).
Membro da Comissão Cientifica e Pedagógica do curso de licenciatura em Proteção Civil da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (2008-2009).
Professor Convidado da Universidade Independente da disciplina de Seminário de Psicologia da Justiça e Reinserção Social na Licenciatura de Psicologia (2005-2007).
Presidente do Conselho Fiscal da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Palmela (desde 2007).
Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, desde 2011. 
Membro da American Psychological Association, desde 2018. 
Comandante da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Grândola (2003 -2005).
Cumpriu Serviço Militar no Regimento Infantaria n.º8, em Elvas (2001).
Secretário do Inspetor Regional Adjunto do Distrito de Setúbal do então Serviço Nacional de Bombeiros e Proteção Civil do Ministério da Administração Interna (1999 -2000).
Presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária de Santo André (1995-1998).
Detentor das Medalhas de Bons e Efetivos Serviços 5 e 10 anos da Liga dos Bombeiros Portugueses (1998 e 2002).
Louvor do Inspetor Superior de Bombeiros – Serviço Nacional de Bombeiros – Ministério da Administração Interna (2001).


Intervenções

Praxe é o que habitualmente se faz, é costume ou rotina. As praxes académicas de hoje não se sabe de que rotina veem. O costume era coimbrão. Era uma “iniciação” dos caloiros universitários, ao tempo provincianos, pressupostamente, pouco preparados para a vida citadina e académica em que de súbito se viam. Sempre oscilaram entre dois H: humor e humilhação. Sempre foram contestação do “status quo” político, social e cultural.
Nos novos tempos que vivemos, as praxes alargaram-se a outros estabelecimentos de ensino, serviço militar e até chão de fábrica. Perdido o humor quase só ficou a humilhação, por vezes, configurando “bullying”.
A questão, virada para o futuro, diz mais respeito aos estudantes e suas organizações que aos poderes constituídos, que só podem atuar se se provar ilícito disciplinar ou criminal. Melhor é que se exerça uma magistratura de influência que promova novas praxes mais conformes com o civismo e a vida democrática. 
Pedro de Matos Gonçalves
[Noticia (completa) publicada em 21 de julho de 2016 no Jornal Região de Leiria]


tomada de posse

Discurso

Exmo. Senhor Presidente do Instituto Politécnico de Leiria
Exmo. Senhor Presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Leiria
Exmos. Senhores Vice-presidentes do Instituto Politécnico de Leiria
Exmos. Senhores Pró-presidentes
Senhores Administradores
Diretores e Subdiretores das Unidades Orgânicas
Colegas docentes e não docentes
Professora Doutora Graça Poças Santos
Presidentes das Associações de Estudantes

O Provedor do Estudante é um órgão singular do Politécnico de Leiria, cujo titular é diretamente eleito pelos estudantes do Politécnico, o que lhe confere toda a sua legitimidade.
Quiseram os estudantes renovar-me os votos de confiança reelegendo-me para um segundo mandato, como o quarto Provedor do Politécnico de Leiria.

Senhoras e Senhores Presidentes das Associações de Estudantes e na vossa pessoa cumprimento todos os demais estudantes da nossa academia, é para mim uma honra a defesa e promoção dos direitos e interesses dos estudantes. Podeis sempre contar comigo!

Senhor Presidente
Minhas Senhoras e meus Senhores
Quando em julho de 2016 fui empossado pelo então Presidente, Professor Nuno Mangas, estabeleci três objetivos, a saber:
1. Estabelecer uma relação de proximidade e confiança com os estudantes.
2. Avaliar as queixas e reclamações dos estudantes de acordo com a razão que assiste a cada um.
3. Propor aos órgãos competentes, melhorias dos serviços que são prestados à comunidade estudantil e reclamados por ela.

O mandato que hoje termina contou com a presença do Provedor do Estudante em 193 Reuniões e Audiências e participação em 11 conferências externas à nossa instituição.
A Provedoria recebeu nos anos letivos de 2016-2017, 48 queixas, 2017-2018, 49 queixas, 2018-2019, 80 queixas e conta deste o dia 1 de setembro de 2019 com 17 queixas. Dados que se encontram no respetivo relatório anual de atividades, a que todos tiveram e têm acesso.

Senhor Presidente 
Minhas Senhoras e meus Senhores
A ação do Provedor do Estudante tem-se pautado por uma politica de proximidade junto dos estudantes. As questões suscitadas foram sendo resolvidas com a necessária informalidade, descrição e ponderação junto dos docentes, órgãos e serviços intervenientes nos processos.

Naturalmente que o esforço e empenho na resolução dos problemas suscitados não é trabalho de um homem só, permitam-me um agradecimento muito especial ao secretário da Provedoria do Estudante, Dr. David Rodrigues, que desde a primeira hora me acompanhou nesta missão. Acompanhamento este que só foi possível com a anuência do então Diretor da escola de Educação, Professor Rui Matos e posteriormente da Professora Sandrina. Muito Obrigado.

À anterior equipa da Presidência e atual equipa o meu muito obrigado pela estreita colaboração que sempre demonstraram para com a Provedoria.
Permitam-me destacar duas pessoas, a Susana Dias e a Lina Rosálio que sempre responderam com celeridade e profissionalismo às minhas solicitações. Obrigado a ambas.
Às direções das escolas e conselhos pedagógicos agradeço a partilha e a firmeza na resolução dos assuntos abordados.
Aos diretores com quem tive o gosto de trabalhar e que hoje já não se encontram em funções, sendo eles, Professor Pedro Martinho, Professora Clarisse Louro e Professor Rui Matos o meu Obrigado.
À Diretora dos Serviços Académicos, Doutora Isabel Paraíso, reconheço o esforço incansável dos colaboradores que superiormente dirige. Peço que lhes transmita uma palavra de gratidão e apreço.
Em boa verdade todos os serviços do Politécnico direta ou indiretamente contribuíram para que fosse possível a realização do trabalho da Provedoria. Obrigado a toda a comunidade.

Senhor Presidente
Minhas Senhoras e meus Senhores
No presente momento existem em Portugal 107 Provedores do Estudante que à semelhança das redes Europeia de Provedores e a Rede Iberoamericana criaram a Rede Portuguesa de Provedores do Estudante.
Integram a Comissão Executiva da Rede os Provedores do Politécnico do Porto, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), do Politécnico de Leiria, da Universidade Portucalense e do Instituto Superior de Educação e Ciências (ISEC) de Lisboa, representando os quatro setores do Ensino Superior (Universitário, Politécnico, Público e Privado).

O X – Encontro Nacional de Provedores e primeiro da recém-fundada Rede Portuguesa de Provedores do Estudante, em data a definir no mês de outubro 2020 será no Politécnico de Leiria.

Senhor Presidente
Minhas Senhoras e meus Senhores
O Provedor do Estudante não administra nem executa. Mas dele se exige e também a quem o faz: vigilância constante, eficácia na resposta aos problemas colocados pelos estudantes. informação necessária para prevenir, precaver e – quando o mal já está feito – para ser capaz de ser uma força impulsionadora de consensos.
Exercerei as funções com Lealdade Institucional e a independência que o cargo assim o exige.
Serei sempre parte da solução e não do Problema.
Disse.

Pedro de Matos Gonçalves

[Discurso proferido na cerimónia de tomada de posse no dia 5 de março de 2020]